pessoal

Christmas Gift Guide – Menos de 15€

Chegou a melhor época do ano. Confesso que adquiri a grande maioria das minhas compras de Natal no verão, numa espontânea visita à The Body Shop, que estava, na altura, com descontos sobre descontos. Aprendi com uma das minhas avós que não há data para começar a comprar os presentes para oferecer nesta época do ano, especialmente se quisermos escapar às confusões típicas das vésperas. Curiosamente, foi esta mesma avó que me introduziu à The Body Shop, há muitos anos, quando chegou ao Cascaishopping. Gosto imenso dos produtos da marca, tanto para mim como para as mulheres que me rodeiam. Consegui comprar praticamente todos os presentes para o lado feminino da família por lá, desde grandes coffrets a pequenas bolsas de produtos, por menos de metade do preço. Fiquei mesmo contente por resolver a maior parte dos presentes – e, para ser sincera, os mais difíceis – nesse dia, com tanta antecedência. Ainda assim, gosto de deixar algumas compras para dezembro, especialmente para as pessoas mais importantes, como as peças de ourivesaria para a minha mãe e para as minhas avós ou a caixa redonda de bolachas de manteiga para o meu avô ou ainda o globo de neve para o Bryan que o relembra da Suíça – presentes estes que se tornaram num costume nos últimos anos.

Decidi comprar os restantes presentes no comércio local – as peças para as mulheres da minha vida serão compradas numa ourivesaria de que me lembro desde pequena, perto de casa, as flores para uma das minhas tias-avós serão compradas na florista a poucos metros da ourivesaria, a carteira para o meu pai será comprada na tabacaria de que também me lembro desde pequena… e não posso dizer muito mais porque o Bryan lê o blog (hey, you). Sinceramente, não sei porque não me lembrei mais cedo de comprar alguns presentes no comércio local. Por vezes nem nos lembramos dos pequenos negócios e acabamos por comprar os presentes todos no centro comercial, com pena minha. Felizmente, este ano surgiu uma grande consciencialização para os estabelecimentos familiares, o que me deixa muito contente, porque tenho todo o gosto em apoiar. Neste gift guide, trouxe algumas opções de negócios portugueses, nomeadamente a Concha Design, com os acessórios mais elegantes a preços apetecíveis, a Mind the Trash, que descomplica os pequenos hábitos na luta contra o desperdício, a Oh, Maria, com os arranjos de flores mais pinterest do país, e ainda a Nidore, que reúne aromas em combinações surpreendentes. Para além destas marcas, trouxe também algumas opções mais convencionais, com a Zara Home num lugar de destaque – não consigo não me deixar deslumbrar pelas coleções da marca, com um sentido estético requintado e uma direção de arte brilhante. Lembrem-se de apoiar as pequenas marcas, preferencialmente portuguesas, que bem precisam do nosso apoio, dentro das vossas possibilidades, e de não se deixarem levar demasiado pelo consumismo típico da época – porque o melhor presente será sempre estar presente. Cliché much? Todas estas ideias estão abaixo dos 15€ e podem encontrar a respetiva ligação online ao clicar nas imagens. Espero que gostem!

Gingerbread, gingerbread, gingerbread. 12,99€
Gosto (demasiado) de caramelo salgado. Se quero o aroma na minha sala? Claro que sim. Desde 12,99€
Dos presentes que mais gosto de receber: livros. Fica sempre bem – e acrescenta sempre algo. 12,45€ versão em português
Gosto imenso de oferecer presentes relacionados com a época, que fiquem para os próximos anos. 9,99€
E um presente que diga: vamos fazer bolachas em forma de estrelas e vê-las crescer pelo vidro do forno? 7,99€
Dos momentos de que mais gosto no Natal: uma sessão na cozinha em família, dos mais novos aos mais velhos. 4€
Sabem aquele avô que recebe sempre o mesmo? Eis uma opção com mais originalidade. 12,99€
Não existe “demasiado” no meu dicionário no que toca a agendas, cadernos, caderninhos. 9,99€
Duas irmãs decidiram fazer algo mais da quarentena e começaram este negócio de peças em aço inoxidável, com prateados e dourados. 10€
Handmade in Portugal. Haverá melhor? 11€
Comprei duas palhinhas reutilizáveis, para mim e para a minha mãe, há uns dois anos. Quantas palhinhas descartáveis poupámos desde então? 6,50€
Comprei escovas de bambu no mesmo dia e recomendo bastante. Não comprei o porta escovas porque tenho um de plástico, mas o conjunto fica muito bem. 3,90€ + 8,90€
Numa fase em que as saudades apertam, eis um presente que sugere uma tarde de inverno entre amigas: um gift card do Starbucks. Desde 10$
No meu aniversário uma amiga muito especial ofereceu-me flores e lembrou-me do quanto gosto de as receber. Desde 7,50€
À semelhança dos cadernos, não conheço a ideia de “demasiadas velas”. São pequenos mimos que sabe sempre bem receber. Desde 8€
Inês Nobre
Um blog sobre o que mais me apaixona, como melhor me sei expressar - pela moda e pela escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *