pessoal

Aos meus 24

Escrevo-vos do alpendre da casa da minha tia-avó. Gostava de começar todos os meus dias assim: com a tranquilidade e o sossego do amanhecer, com um vestido de verão e com palavras para passar da caneta para o papel. Há uns dias encontrei uma frase sobre esta serenidade das seis da manhã: “I love early mornings when it feels like the rest of the world is still fast asleep and you’re the only one who’s awake and everything feels like it isn’t really real and you kind of forget about all your problemas because for now it’s just you, the world and the sunrise“. Não podia concordar mais; a esta hora, não há nada que possa estar errado. Esta manhã, quis acordar ainda mais cedo. Comemoro 24 primaveras e, à semelhança da celebração das 21, deixo-vos novamente uma mensagem à altura da ocasião.

Read more “Aos meus 24”
pessoal

Aos meus 21

escrito em agosto de 2017

Comemorei, há uns dias, 21 anos. Pela primeira vez, decidi passar o meu aniversário de uma forma muito discreta – até tirei a data do facebook – e, acreditem, soube incrivelmente bem viver este dia longe do online. Esta pequena decisão fez-me pensar no quanto a minha postura face à esfera digital tem mudado e, por isso, deixo-vos uma mensagem à altura da ocasião, a contar-vos o que se passou nos últimos dois anos desde que comecei a escrever online.

Lancei este blog há menos de dois anos – na altura, 21st Avenue -, no sentido de elaborar um espaço online no qual pudesse partilhar os meus pensamentos sobre temas interessantes para mim, especialmente no campo da moda. Levava este projeto como o hobby que era – e que continuará a ser – e estava genuinamente feliz e descontraída com o conteúdo que publicava. Sempre soube o que queria com este cantinho: passar as minhas ideias para o papel (e para o computador). Na esperança de inspirar alguém, como algumas bloggers me inspiraram a mim com as suas partilhas, pareceu-me uma boa altura para arriscar a fazer o mesmo. Um projeto genuíno, descontraído e bem intencionado tem, para mim, mérito pela sua génese em si, especialmente num mundo em que surgem cada vez mais blogs na procura pela popularidade.

Um ano depois, deixei que a pressão pelo alcance de alguma aceitação neste meio me levasse a descontração com que sempre encarei o blog – sem grandes compromissos, sem grandes expectativas. Como seguidora de blogs de moda, comecei a percecionar o sucesso online como uma equação de fotografias deslumbrantes e estilos de vida inalcançáveis, subtraindo cada vez mais as palavras, de que tanto gosto. Paralelamente, como aluna de comunicação, deparei-me com infinitas regras para uma boa presença online, que fazem com que este lado pareça um difícil desafio. Pessoalmente, como jovem com ideias e opiniões próprias, encontrei-me numa transformação fundamental no meu pensamento e na minha postura perante uma grande variedade de aspetos – entre eles, a presença online -, que me trouxe até de onde vos escrevo agora.

Read more “Aos meus 21”