viagens

Viagens | Porto

Se acompanham as minhas páginas de instagram ou facebook, sabem que deixei Lisboa por uns dias. Vim passar a última semana de bom tempo a Vilamoura, com o Bryan, para me despedir deste verão num dos meus lugares preferidos no nosso Algarve. Estes dias por cá têm sido muito bons, principalmente para desacelerar um pouco e recarregar energias para os próximos meses de outono na cidade. Prometo contar-vos tudo no próximo post aqui no blog, no domingo. Por agora, vamos recuar um bocadinho no tempo? Depois de um mês de julho com algumas viagens pelo nosso país, em que mal estive em casa, soube-me muito bem regressar ao meu cantinho para um mês de agosto mais sossegado. Gosto muito de passar o período mais sobrelotado do verão longe da confusão e gosto ainda mais de aproveitar melhor a minha cidade de Lisboa, que fica tão calma nesse mês. Depois de termos passado quase três meses em casa, sem sair para nada mais do que o necessário, seria de esperar que eu não quisesse regressar tão cedo. No entanto, pelo contrário, não poderia ter gostado mais daquelas semanas mais tranquilas, por casa. Já disse várias vezes por aqui: gosto tanto de ir como de regressar. E sabia que o “ir” não tardava a chegar, porque esperava por uma próxima viagem no final do mês.

Surgiu a oportunidade de passar um fim-de-semana no Porto, a convite da minha amiga Jéssica, que recentemente se mudou para lá. Estava cheia de saudades da Invicta! Não me lembro da última vez que tinha estado na cidade; mas recordo-me de que, em inícios de dezembro do ano passado, uma estadia em trabalho no Porto acabou por ser cancelada – e andava com imensa vontade de comer uma francesinha desde então. Bom, quase nove meses se passaram. Finalmente regressei à minha segunda cidade preferida no país, relembrei todos os meus cantinhos favoritos, passeei até anoitecer e comi a minha (tão esperada!) francesinha.

No sábado passámos o dia pela cidade do Porto – e que saudades! O tempo estava muito agradável para passeios – nem muito calor, nem muito frio, uma leve brise no ar, adequado tanto para uma t-shirt como para um casaco de malha. Começámos o passeio pelos Jardins do Palácio de Cristal, onde estava a decorrer a Feira do Livro (e onde a Jéssica comprou uma coleção fabulosa de Virginia Woolf! Lembram-se da minha review de Mrs Dalloway por aqui?). Não conhecia os Jardins do Palácio; gostei bastante, especialmente pelos vários espaços verdes, para todos os gostos. Devem ficar lindos no outono! No entanto, confesso que os meus lugares preferidos no Porto estão mais perto da Baixa, por isso, seguimos rumo aos Aliados. Gosto mesmo muito desta zona da cidade – desde o Jardim da Cordoaria, aos Clérigos, às Galerias, à Lello (na qual ainda não consegui entrar!) e, finalmente, à descida para os Aliados.

Para almoçar, não poderia adiar mais a típica francesinha em que andava a pensar há meses (versão light, perdoem-me). Numa das minhas primeiras idas ao Porto, experimentei o famosíssimo Café Santiago (de que gostei muito), mas desta vez demos oportunidade a um restaurante na Baixa, chamado Francesinhas Al Forno. Depois de almoço, quase a rebolar, descemos até à Estação de São Bento e, depois, até à Sé do Porto. Passámos a Ponte D. Luís até Gaia, para uma das melhores vistas da cidade, no Miradouro da Serra do Pilar. Depois de atravessarmos a ponte de regresso ao Porto, terminámos o passeio na Ribeira. Há qualquer coisa de especial no ambiente descontraído, com música ao vivo como som de fundo, num final de tarde com amigos(as) na Ribeira. Para acabar o dia em cheio, com um belíssimo pôr-do-sol, decidimos passar pela Foz do Douro. Não conhecia esta zona também, mas rapidamente se tornou numa das minhas preferidas, para um passeio mais calmo à beira-rio.

No domingo de manhã, seguimos rumo a Gaia, para conhecer uma das praias por lá. Depois de almoço, demos um breve passeio pelo Parque da Cidade e, por fim, regressámos à cidade do Porto. Este fim-de-semana soube-me muito, muito bem, especialmente pelas saudades que tinha de passear pelos meus spots preferidos na cidade. Espero poder regressar ainda este ano! Gostava muito de levar a minha mãe numa próxima visita ao Porto; este ano tinha algumas viagens planeadas para as duas, como tanto gostamos, mas nem conseguimos partir rumo ao primeiro destino, agendado para meados de março, por causa da pandemia. Por isso, espero ainda conseguir planear uma ou duas viagens de fim-de-semana, para este outono. Gostava de regressar ao Porto, que nunca cansa, e a um destino mais perto da natureza. Sugestões desse lado? Partilhem comigo na caixa de comentários! Já conhecem a Cidade Invicta? Quais os vossos lugares preferidos por lá?

Inês Nobre
Um blog sobre o que mais me apaixona, como melhor me sei expressar - pela moda e pela escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *